terça-feira, 17 de outubro de 2017

Review - Weihrauch HW30s












Filosofia de Uso
- Tiro recreativo
- Treino
- Competição


Calibre - 4,5 mm / .177


Dimensões e peso
- Comprimento Total -  98,5 cm
- Comprimento Cano -   15,5’’ (39,5 cm)
- Peso - 2,5 kg


Gatilho
- 2 tempos
- Muito leve e preciso.
- Muito sensível
- Ajustável
- 5, numa escala de 1 a 5


Miras
- Excelentes. Personalizáveis à medida de cada atirador.
- A arma vem com 6 massas de mira diferentes e 4 alças de mira.
- Não são necessárias ferramentas para ajustar a altura e a deriva.
- 5, numa escala de 1 a 5


Qualidade de construção - 3, numa escala de 1 a 5


Ergonomia - 5, numa escala de 1 a 5


Facilidade de utilização
- Segurança ativada automaticamente quando se bascula o cano.
- Difícil bascular o cano.
- 3, numa escala de 1 a 5


Durabilidade - 5, numa escala de 1 a 5


Valor - 4, numa escala de 1 a 5
Design  - 5, numa escala de 1 a 5


Energia
- Velocidade média com chumbos Gamo Match, 192,0 m/s.
- 9,3 J. Média de 65 tiros com vários chumbos.
- 2, numa escala de 1 a 5


Classificação final - 5, numa escala de 1 a 5


Somatório das classificações - 42 em 50 pontos possíveis





Olá, sejam bem vindos à minha review da Weihrauch HW 30 S. Esta arma pode ser adquirida em Portugal de forma livre por maiores de 18 anos. É uma carabina de ar comprimido destinada ao treino, ao tiro de competição e à iniciação ao tiro com carabina. Tem as dimensões e peso ideais para a iniciação dos mais jovens. Esta arma em particular foi comprada para oferecer a um familiar, neste momento com 10 anos, e que se está a iniciar no tiro desportivo. Vou chamar-lhe SX.


Esta arma, tal como quase todas as nossas armas de ar comprimido, foi comprada na Mundilar. Visitem-na em www.mundilar.net. Aproveito para agradecer o excelente serviço que sempre nos prestou ao longo dos anos, bem como a sua preciosa ajuda a resolver algumas questões técnicas.


Para nos certificarmos de que a arma se encontra em segurança, vamos bascular o cano, verificar que não se encontra nenhum chumbo na câmara e que o sistema de disparo  não se encontra armado. O sistema de disparo pode ser desarmado com o cano basculado, retirando a segurança e premindo o gatilho enquanto se segura no cano para que a mola descomprima lentamente sem danificar o mecanismo.







Agora que já sabemos que a arma se encontra em segurança, vamos falar um pouco mais das suas caracteristicas:


A Weihrauch HW 30 S é uma carabina ar comprimido, de cano basculante, de calibre .177, ou 4,5 mm. Esta arma pesa 2,5 kg, mede 98,5 cm de comprimento total e tem um cano de 15,5 polegadas. É uma arma extremamente pequena e leve.


As miras são absolutamente fantásticas! A arma vem com 6 massas de mira e 4 alças de mira com formatos e tamanhos diferentes, para que cada atirador possa personalizar a sua arma exatamente ao seu gosto. As miras da frente vêm num saco de papel e é muito fácil perdê-las. A mira de trás é uma única peça quadrada, em que cada um dos lados do quadrado tem uma alça com formato e abertura diferente. Classifico-as com 5 numa escala de 1 a 5.


A conselho de outro atirador, alterei a mira da frente para aquela que tem o formato retangular mais fino. Alterei também a mira traseira para a que tem o formato de U, mais largo. Estas alterações melhoram bastante a imagem das miras, facilitando bastante a focagem na mira da frente, o que se traduziu em melhores resultados no alvo.


Miras.jpg


O gatilho, com o sistema “Rekord”, está também muito próximo da perfeição. É facilmente ajustável através de um parafuso. A afinação de fábrica é suficiente para uma utilização de recreio ou para ensinar um atirador inexperiente, mas é demasiado pesada para competição. Classifico-o com 5 numa escala de 1 a 5.


Ainda em relação ao gatilho, este pode ser substancialmente melhorado, pelo menos na minha opinião, se lhe reduzirmos ou retirarmos completamente o primeiro tempo ou folga. Se removermos completamente a folga do gatilho ficamos com um gatilho de um único tempo. Podemos ainda ajustar o peso do gatilho de forma a que fique suficientemente leve para a competição sem ficar inseguro e provocar disparos acidentais. O meu gatilho não tem folga nenhuma e dispara ao tocar-lhe ligeiramente com o dedo, sem fazer qualquer força. Quase que se dispara apenas com o poder da mente. Esta afinação do gatilho apenas deve ser usada em competição e por atiradores muito experientes e disciplinados. Este gatilho, extremamente sensível, é muito perigoso nas mãos de um atirador inexperiente.


Para ajustar o peso do gatilho, deve-se alargar (rodar no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio) o parafuso grande que se encontra atrás do gatilho. Isto pode ser feito sem desmontar a arma. Este parafuso está melhor ajustado que o da minha HW35 que se vai soltando com a vibração dos disparos. Não houve sequer a necessidade de colocar fita de teflon a envolver a sua rosca.







Para tirar a folga do gatilho, é necessário remover o guarda-mato e apertar (rodar no sentido dos ponteiros do relógio) o pequeno parafuso preto (torx) que se encontra à frente do gatilho. Com o mecanismo de disparo desarmado fica-se com a sensação que não está a acontecer nada, mas se forem efetuados disparos de teste percebe-se a diferença. No meu caso dei cerca de 3 voltas completas ao parafuso.


Em relação à ergonomia classifico-a com 4 numa escala de 1 a 5. Não gosto do  sítio onde está colocada a segurança manual nem do facto de uma vez desativada a segurança, não ser possível voltar a ativá-la sem bascular novamente o cano. Pessoalmente, preferia que a segurança não se ativasse automaticamente sempre que se bascula o cano para armar o mecanismo. Importa referir que já perdi vários tiros porque me esqueci de desativar a segurança.


Felizmente que o problema da segurança automática se resolve com relativa facilidade, até para alguém que, como eu, nasceu com duas mãos esquerdas. Esta operação tem 2 objetivos. O primeiro e mais óbvio é o de facilitar a operação da arma. Por diversas vezes perdi tiros por me esquecer de desativar a segurança. O outro objetivo está relacionado com a alteração que ensinei anteriormente e que consiste em retirar o primeiro tempo do gatilho (folga). Se abusarmos deste ajuste podemos fazer com que a arma se dispare ao desativar a segurança manual causando disparos acidentais ou negligentes. Se não tivermos a segurança manual, conseguimos perceber imediatamente que algo está errado porque o mecanismo de disparo não tranca na posição de armado. É estranho, mas a verdade é que removendo a segurança manual se torna a arma mais segura.







Para remover a segurança manual temos que desmontar a arma, separando o mecanismo de disparo da coronha de madeira. Na parte traseira do mecanismo de disparo estão 2 pinos. Deve-se remover o pino que está mais próximo da traseira e que segura a parte de trás do gatilho. Se a arma estiver de lado com a parte vermelha da segurança manual virada para cima, esta deve cair imediatamente após a remoção do pino, juntamente com a respetiva mola. Caso não caia, pode-se bascular ligeiramente o grupo do gatilho para que se solte mais facilmente. No interior do grupo do gatilho está uma porca que irá segurar o parafuso traseiro do guarda-mato. Esta porca solta-se com facilidade e é importante ter cuidado para que não saia do lugar nem se perca. Depois de retirar a segurança manual e a respetiva mola, é necessário colocar o grupo do gatilho na posição original e repor o pino que o fixa.


Em relação à facilidade de utilização, classifico-a com 3 em 5. Para além da segurança automática que detesto, aponto ainda um defeito adicional, relacionado com alguma dificuldade em abrir e fechar o cano. Para abrir o cano é necessário dar uma pancada seca em cima do túnel que cobre a massa de mira. Tenho algum receio de que tanta pancada no túnel da mira contribua para que se vá soltando. Também para voltar a fechar o cano é necessária alguma força para ultrapassar o mecanismo de tranca. Esta já é a segunda HW30 testada  que sofre do mesmo problema.


Ao desmontar a arma chegámos à conclusão que esta dificuldade em abrir e fechar o cano é devida ao parafuso que une o cano ao mecanismo de disparo estar apertadíssimo. Estava tão apertado que estragou 2 chaves de fendas, de baixa qualidade e ao usar uma chave a sério, esta ainda se escapou da ranhura e fez 2 riscos no metal. A cabeça do parafuso ficou completamente estragada com esta operação. Aproveito para referir que esta operação foi feita pelo Bullit, do blog Balázios de Ar Comprimido, que é muito experiente com armas da Weihrauch. Depois desta intervenção, a arma ficou muito suave a abrir e fechar, aumentando em muito o prazer de utilização. Aproveito para agradecer ao Bullit o trabalho de mecânica e a oferta de um parafuso novo. Neste momento a HW30 está tão suave como a minha HW35.







A qualidade de construção está ligeiramente abaixo daquilo que a marca me habituou. A coronha e a oxidação dos metais têm qualidade e acabamentos irrepreensíveis, que são a norma para as armas desta marca e para a respetiva gama de preços. O túnel da massa de mira tem um acabamento muito tosco onde são visíveis diversas imperfeições e marcas de de fabricação que considero inadmissíveis. Para além do túnel da massa de mira e do parafuso do cano demasiado apertado ainda tenho que referir o efeito de dieseling que vinha a fazer de fábrica. A minha HW 35 nunca fez dieseling. Mesmo o primeiro tiro saiu limpo.


Quanto à precisão, só tenho coisas positivas a dizer. O gatilho e as miras são os principais responsáveis pelos excelentes resultados que se conseguem obter. Fiz vários alvos de teste com esta arma e com a minha HW 35, a 8,5m de distância e os resultados obtidos foram muito semelhantes. Apesar de gostar bastante do peso da HW30, sinto-me mais confiante a disparar a HW35. Talvez seja apenas por ter mais experiência com a HW35, mas acho que a maior distância entre miras também dá uma ajuda importante. Onde a HW30 ganha vantagem é no recuo, que é significativamente inferior ao da HW35.







O design, é muito apelativo esteticamente. Merece um 5 numa escala de 1 a 5.


Esta arma não tem quaisquer mecanismos de redução de ruído mas, como é pouco potente, também é relativamente silenciosa, mesmo em interiores. A HW30 é ainda mais silenciosa que a HW35.


Em relação à velocidade dos disparos, a marca anuncia 190 m/s, valor este que é confirmado pelo nosso cronógrafo. A velocidade média para os 65 tiros que cronografámos foi de 191,8 m/s.


Os valores de velocidade e energia da tabela seguinte, correspondem à média de 5 tiros para cada um dos chumbos.


Arma
Munição
Calibre
Peso (gr)
Desvio Padrão (m/s)
Velocidade (m/s)
Energia (J)
Weihrauch HW30s
Gamo Hunter
.177
7,56
4,7
189,9
8,8
Weihrauch HW30s
Gamo Match
.177
7,71
3,7
192,0
9,2
Weihrauch HW30s
Gamo Pro Magnum
.177
7,56
1,9
195,2
9,3
Weihrauch HW30s
H&N Baracuda Match
.177
10,65
0,7
157,8
8,6
Weihrauch HW30s
H&N Field Target Trophy
.177
8,64
1,0
183,4
9,4
Weihrauch HW30s
H&N Sniper Medium
.177
8,50
1,4
191,6
10,1
Weihrauch HW30s
JSB EXACT
.177
8,44
1,1
182,9
9,1
Weihrauch HW30s
JSB Straton
.177
8,26
0,3
185,2
9,2
Weihrauch HW30s
RWS R10 Pistol
.177
7,00
0,7
208,4
9,8
Weihrauch HW30s
RWS R10 Rifle
.177
8,20
0,9
180,9
8,7
Weihrauch HW30s
Skenco Blue Arrow
.177
6,40
3,3
215,0
9,6
Weihrauch HW30s
Skenco Golden Rod Long Range
.177
8,50
3,6
184,8
9,4
Weihrauch HW30s
Skenco Hyper-Velocity Field Pellets
.177
5,40
3,9
226,9
9,0




Classificação final, 5 numa escala de 1 a 5. Por um lado acho inadmissíveis todos os defeitos que apontei a uma arma que custa mais de 200€. Por outro, todos os defeitos que apontei são facilmente corrigíveis, sem recurso a peças ou investimento adicional. Depois de devidamente afinada, a HW30s atinge a perfeição. Neste momento não há nada na arma que eu queira melhorar. Pessoalmente acho-a mais agradável de disparar que a HW35, devido não só ao seu peso e dimensões reduzidas mas também devido ao seu mecanismo sem tranca no cano. O que pretendo transmitir com esta classificação final, que é completamente subjetiva, é que, todas as virtudes desta arma me fazem ignorar por completo os seus defeitos.


É com um enorme orgulho que vejo o olhar de satisfação do SX sempre que pega na sua HW30s para treinar ou para fazer uns tiros de recreio. Este orgulho multiplica-se sempre que ele me ganha num desafio qualquer. Sim, é verdade, uma criança de 10 anos ganha-me regularmente, mas não digam a ninguém para não me estragar a reputação. Só por causa disto a classificação final desta arma devia ser de 15 em escala de 1 a 5.


A coronha, em madeira de nogueira é tão suave ao toque como a pele de um bebé e as superfícies metálicas perfeitamente polidas, com um acabamento brilhante que fazem corar de vergonha muitas outras armas de preço superior. Desde o primeiro instante, quando a tirei da embalagem, que esta arma transmitiu uma sensação de qualidade ímpar.


Esta Weihrauch HW30s, é a arma ideal para quem não se importa de pagar mais por uma arma de qualidade superior com um gatilho excecional e a possibilidade de fazer inúmeras combinações com as miras.








Volto a referir que a alteração efetuada ao gatilho é extremamente perigosa se a arma for usada por atiradores inexperientes ou pouco disciplinados. O gatilho da Weihrauch HW30s, com a afinação de fábrica é muito bom e é adequado para uma utilização de recreio. Se a arma não for usada para competição, não há razão nenhuma para modificar o gatilho.


Pode parecer inconsciente, estúpido e pouco seguro ter modificado o gatilho numa arma que comprei para um miúdo de 10 anos se iniciar na competição mas, continuo a achar que se trata de um risco muito reduzido. Até ao momento o SX disparou centenas de tiros com a minha HW35 e com a sua HW30s e nunca fez um único disparo acidental ou negligente. Tem um controlo de gatilho e disciplina superior à de muitos adultos que conheço.


Devido ao facto da classificação final ser um valor algo subjetivo, coloco aqui a soma de todas as classificações - 42 em 50 pontos possíveis. Este valor representa uma forma mais objetiva de classificação e permite uma comparação direta entre as classificações das várias reviews de armas que formos fazendo.


Espero que tenham gostado desta review. Se gostaram partilhem-na nas vossas redes sociais e cliquem no botão gosto.

E lembrem-se, não se deixem apanhar!






Estes são alguns dos grupos que a HW30s fez na posição de Benchrest com uma mira Hawke Panorama 3-9x40 AO:

Grupo feito pelo SX com chumbo JSB Exact a 25 m, sem vento:



Grupos feitos pelo Bullit, do blog Balázios de Ar Comprimido, a 50m, sem vento: